ActionAid is a global movement of people working together to further human rights and defeat poverty for all.

2012 trás uma ActionAid cheia de desafios!

Monday, January 30, 2012 - 16:31

Viva e muito bom dia,

Decidi parar. Fixar-me no computador e com os dedos no teclado me pergunto: quais foram os grandes sucessos do ano de 2011 para a ActionAid Moçambique? Quero que conheçam a ActionAid Moçambique e, para além disso acompanhem a nossa história e o trabalho que fazemos dia após dia ! É difícil escrever em poucas linhas tudo o que fazemos mas o mais importante é reportar a mudança que a AAMOZ causa na vida das pessoas que vivem em situação de pobreza. Um trabalho diário que se reflecte em grandes eventos ao longo do ano. Neste sentido posso, sumariamente, anotar os seguintes resultados:

Realizamos a “Conferência da Rapariga e fórum de reflexão sobre gravidez e casamento precoce” no dia de 30 Novembro de 2011 em parceria com o grupo de comunicação Soico (Stv e jornal “O País”) que resultou no compromissodo governo moçambicano se comprometer em rever o despacho ministerial 39/2003.

Realizamos um debate em parceria com o FOCADE em 02 de Dezembro de 2011, com os candidatos a presidente do município de Pemba, para aferir o grau de comprometimento destes para com os assuntos de interesse social e das classes mais pobres.

Registamos, em parceria com os serviços de notariado, cerca de 68.000 crianças nos distritos de Erati, Mocuba, Angoche, Nacala Porto, Namarroi, Pebane e Maganja da Costa.

Ajudamos a reportar, levar ao tribunal e acompanhar o desfecho de 30 casos de violência e abuso sexual contra mulheres e raparigas.

Recebemos uma menção honrosa por parte do governo distrital da Manhiça pelo trabalho que temos vindo a fazer em prol da rapariga no distrito: luta contra o abuso e violência sexual, acesso, retenção e conclusão da formação básica (EPC) e apoio às actividades dos clubes de rapariga e conselhos de escola.

Documentamos casos de violação dos direitos dos camponeses quanto ao acesso, uso e aproveitamento da terra. Apoiamos os camponeses para reivindicarem pelos seus direitos o que resultou em algumas associações terem DUAT (Manhiça) e outras serem devolvidas suas terras (Cabo Delgado).

Como resultado de acções de advocacia realizadas pela plataforma de Jangamo a partir da sua participação na elaboração dos planos de desenvolvimento local e entregues ao Governo como prioridades nestas localidades, 995 Mulheres em Massavana e 2.330 em Cumbane têm agora acesso a duas (2) casas mãe espera.

Como resultado das formações realizaras pelos parceiros da ActionAid em elaboração de projectos, cerca de 07 associações de mulheres em Namaacha, Marracuene, Chibuto tem acesso ao FDD para a implementação dos projectos de agricultura, alfaiataria e criação de frangos.

 

Mas notem que nem tudo foi mil maravilhas. Tivemos muitos desafios e alguns planos não concretizados. Aliás a vida tem destas coisas. Por isso para o ano de 2012 vamo-nos concentrar basicamente em 3 grandes prioridades:

  1. Operacionalizar o plano estratégico.

  2. Elaborar, aprovar e implementar as estratégias e planos: de comunicação, de angariação de fundos, de monitoria e avaliação e, planos estratégicos dos PLDs.

  3. Avançar com o processo de nacionalização e internacionalização da AAMOZ.

     

    Muito obrigado e A Luta Continua!

    Amade Sucá

    Director Nacional