ActionAid is a global movement of people working together to further human rights and defeat poverty for all.

A ActionAid Moçambique (AAMOZ) promoveu, entre os dias 10 e 11 de Abril do ano em curso, uma formação para os jornalistas em matérias relacionadas à Carta Africana sobre Democracia Eleições e Governação (CADEG) e Arquitectura Africana de Governação (AAG).

Realizada em Maputo, o evento juntou à mesa cerca de 30 profissionais dos mais variados órgãos de comunicação social moçambicano e teve como objectivo prover conhecimentos sobre os princípios da CADEG e AAG aos jornalistas, a fim de que na qualidade de actores-chave para participação pública, possam contribuir para uma governação responsável e consciencialização dos cidadãos sobre os instrumentos da União Africana.

A formação de jornalistas em matérias da CADEG enquadra-se no âmbito do projecto EC-PANAF “Mobilizando a Sociedade Civil para a Implementação da Arquitectura Africana da Governação”, implementado pela AAMOZ, disse Salomé Mimbir, Oficial de Projecto EC-PANAF na AAMOZ.

Esta formação é só um dos primeiros passos para que os profissionais de media detenham conhecimentos sobre os princípios da União Africana, os quais Moçambique é também signatária. Pretendemos que os jornalistas informem ao público sobre este instrumento porque só desta forma os cidadãos terão domínio destas materiais e, consequentemente, poderão monitorar a observância dos princípios plasmados neste documento

O projecto EC-PANAF é financiado pela União Europeia e implementado por 13 organizações de oito países africanos, nomeadamente, Moçambique, Ghana, Serra Leoa, Nigéria, Uganda, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe.

File 39830Salomé Mimbir, Oficial de Projecto EC-PANAF na AAMOZ.

A formação de jornalistas em materiais relacionadas à CADEG e AAG alinham-se perfeitamente aos objectivos e missão da AAMOZ, na medida em que visam promover as boas práticas de governação, tendo como um dos indicadores a participação dos cidadãos nos fóruns de decisão privilegiados.