ActionAid is a global movement of people working together to further human rights and defeat poverty for all.

Higiene escolar marca o debate do I Fórum de reflexão distrital sobre educação, com enfoque na rapariga, em Marracuene

O governo distrital de Marracuene, concretamente o sector de educação, acolheu no passado dia 16 de Junho de 2017, o I Fórum de Reflexão Distrital sobre Educação, com enfoque na rapariga. O evento teve como objectivo principal promover uma reflexão conjunta de vários actores entre a sociedade civil, professores, alunos e outros intervenientes, sobre a actual situação da qualidade da educação no distrito, com enfoque para a rapariga.

 A Directora Distrital da Educação de Marracuene, Susana António, apontou no acto de abertura a importância de se reflectir sobre os problemas que o sector de educação no distrito enfrenta. “Erradicar as desistências da rapariga na escola, os casos de gravidez precoce constitui grandes desafios, mas nós temos trabalhado para o alcance de resultados positivos”, afirmou Susana António.

No encontro, Amina Issa, representante da ActionAid Mocambique (AAMoz) e do Movimento de Educação para Todos (MEPT), disse que o debate acontece num contexto em que o sector em todo o país atravessa graves problemas no que diz respeito a qualidade de educação. "Para nós, a qualidade de educação não se resume apenas ao saber ler e escrever, mas também a todo ambiente que os alunos passam”, disse Amina. 

Segundo Amina Issa, no distrito de Marracuene, apenas dois das 14 escolas têm sanitários com portas e nenhuma das escolas têm sanitários adaptados para uso por crianças com deficiências; duas escolas não têm casas de banho; em média, há um sanitário para 339 alunos em todas as 14 escolas, sendo que, para as raparigas, existem 19 sanitários disponíveis, o que corresponde um sanitário para 331 raparigas; as instalações sanitárias para as crianças estão extremamente precárias e sem água canalizada. 

Segundo os dados dos Serviços Distritais de Educação, Juventude e Tecnologia de Marracuene, o distrito possui actualmente uma rede escolar de 12 escolas privadas e 48 públicas com um total de 454 salas de aulas. 

De acordo com um estudo realizado no distrito de Marracuene pelo projecto NORAD, um projecto implementado pela ActionAid Moçambique em parceria com a UCAM e MEPT, que visa a promoção de dez direitos a educação e a mobilização de recursos para o financiamento ao sector, constatou vários desafios. 

Refira-se que, o Fórum foi organizado pela Plataforma Distrital de Marracuene, União das Cooperativas Agrícolas de Marracuene, Movimentos de Educação para Todos, Actionaid Mocambique em coordenação com os Serviços Distrital de Educação, Juventude, e Tecnologia financiado pela Agência Norueguesa para o Desenvolvimento (NORAD).